Com uma queda forte de 0.3 de “Scandal” em relação ao seu Season Premiere, “How To Get Away With Murder” também teve uma oscilação negativa. A série variou de 1.5 para 1.3, o que não é ruim, mas também não é algo para se comemorar.

É verdade que a CBS estreou a fraquíssima e péssima “Training Day” no mesmo horário, o que deve ter tirado um naco do telespectador masculino da ABC, mas nada de se preocupar, visto que qualquer programa que estreie com 0.9 tem de tudo para afundar ainda mais.

A participação do telespectador acima de 50 anos está baixa, o que pode prejudicar esses últimos episódios da temporada, principalmente se a CBS manter sua programação original até o Season Finale de “How To Get Away With Murder” pelo fato da emissora ter mais aderência nessa audiência mais velha, mas o público feminino continua comparecendo e isso é fundamental para a boa saúde da TGIT.

Não acredito que os três últimos episódios desta temporada, antes da Season Finale, cairão ao ponto da série entregar números abaixo dos 1.0, mas é importante que o lado criativo do drama se mantenha pulsando e não caia em repetições.

Obs: Como prometido, os números do Live+3 de “How To Get Away With Murder”, ou seja, àquela parte da audiência que assiste ao episódio dias após a exibição original, mostra como a série ainda é popular. De acordo com a Nielsen, houve um acréscimo de 1.1 nos 1.5 da Midseason Premiere, um crescimento de 73% ao consolidar robustos 2.5 no demo de público alvo.

Comentários

comentários

Catarinense, 20 anos e estudante de Direito. Trabalho e me divirto com o entretenimento desde os 10 anos de idade, cobrindo notícias, premiações, estreias e fazendo entrevistas. Meus fortes estão na indústria da TV e do cinema, seja em parâmetro nacional ou internacional. Ficou curioso? Me pague um café que teremos muito assunto para conversar.