Demorou, mas finalmente o novo dossiê foi concluído. O novo investigado chegou de mansinho na série e conseguiu consolidar a sua importância na trama. Sem mais delongas, vamos ao que interessa.


ILUSTRÍSSIMOS SENHORES LEITORES DE COLUNAS DE TODO O TERRITÓRIO BRASILEIRO E, QUEM SABE, MUNDIAL.

How To Get Away With Murder Brasil vem, respeitosamente, à presença de vossas senhorias, apresentar o DOSSIÊ HTGAWM que, nesse último período de tempo coletou informações sobre o  ator cujo personagem é odiado por muitos e amado por muitos outros. Hoje o nosso alvo é:

[highlight color=RED ]ALFIE ENOCH[/highlight]

I – DADOS GERAIS

Nome Completo: Alfred Lewis Enoch

Data de Nascimento: 2 de dezembro de 1988, atualmente com 26 anos de idade.

Local de Nascimento: Westminster, Londres

Profissão: Ator

II – RESUMO DA VIDA E DA CARREIRA

Depois de algum tempo de pesquisa, descobrimos que Alfred Enoch é filho do ator William Russell Enoch, mais conhecido pelo seu papel de Ian Chesterton, professor de ciências em Doctor Who, aparecendo no primeiríssimo episódio e permanecendo na série até 1965. Sua mãe é a médica brasileira (sim, brasileira!) Balbina Gutierrez, carioca, segunda esposa de seu pai.

Aí galera! Sou a cara do meu pai não acham?

Desde pequeno falava português com sua mãe, que sempre o incentivou a preservar as suas raízes e valorizar a cultura brasileira, e por isso tem dupla nacionalidade, a de britânico e de brasileiro. De acordo com entrevistas do investigado, ele sempre quis ser ator, mas não tinha coragem de se inscrever para fazer ao menos uma audição para qualquer peça de teatro.

Por volta dos 10 anos de idade, a companhia de teatro do Shakespeare’s Globe foi à sua escola, a Westminster School, uma escola pública muito conhecida em Londres, para perguntar se alguém estava interessado em fazer um teste para um papel na peça “The Ballad of Salomon Pavey” e incialmente ele não se prontificou. Mas, sua mãe, seu pai e o seu professor de inglês, em um esforço conjunto, conseguiram uma oportunidade para ele fazer o teste e assim deu início à sua carreira de ator.

Cartaz da peça que era encenada no Shakespeare's Globe, ao fundo
Cartaz da peça que era encenada no Shakespeare’s Globe, ao fundo

Pouco tempo depois, o pessoal da produção de Harry Potter foi à sua escola para saber se os alunos tinham interesse em fazer testes para o filme e, mais uma vez, Alfie não se inscreveu para fazer o tal teste. O menino deu muita sorte, pois um dos produtores foi assistir à sua peça, gostou de sua atuação e o convidou para fazer o teste para o papel de Dino Thomas, e veio a se tornar um dos bruxos de uma das maiores sagas já lançadas no cinema. Devo confessar que o investigador aqui realmente não sabia que um brasileiro tinha conseguido estudar em Hogwarts! Awesome.

Alfie já morou por pouco tempo nas cidades de Salvador e do Rio de Janeiro e continua sempre a visitar estas duas cidades no Brasil. Entre o fim de 2010 e o começo de 2011 veio ao Brasil para estudar português e acompanhar processos de criação teatral ao lado de Oscar Saraiva, amigo de sua mãe. Além disso, veio para divulgar o filme “Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2”.

III – A “SAGA” HOW TO GET AWAY WITH MURDER…

Para fazer parte do elenco principal da série o ator teve que se esforçar, e muito. Interpretar um americano demandaria um intenso trabalho de aperfeiçoamento de sotaque, e segundo nossas recentes pesquisas, o rapaz britânico foi bem sucedido. Ele começou a praticar all day long, fazendo até com que sua namorada sentisse falta do sotaque britânico.

- Rebecca, are you on drugs? - Ué, cadê seu sotaque?
Rebecca, are you on drugs?
Ué, cadê seu sotaque?

E não é só isso, para conseguir o papel, o investigado fez audição por skype. Sim, skype! Primeiramente ele se encontrou com um diretor em Londres e interpretou algumas cenas para ele. Pouco tempo depois, ele soube que o produtor Peter Nowalk e o diretor do primeiro episódio da série, Michael Offer, queriam testá-lo. Foi aí que o Skype deu uma ajudinha.

“Conheci Peter (Nowalk) e Michael (Offer) no Skype, e eles disseram: Não se preocupe com a gente, apenas faça tudo como já fez antes, nós estaremos aqui no canto.”

Diante disso, o alerta de excepcional ator continua ligado, pois impressionar Peter Nowalk por skype não é para qualquer um!

Agora, não basta apenas investigar o ator, os personagens principais também merecem um pouco de atenção…

IV – DINO THOMAS

Criado pela mãe e pelo padrasto, Dino tinha uma vida feliz em casa com alguns meio-irmãos. Quando a sua carta de Hogwarts chegou, sua mãe começou a se perguntar se seu pai, que os deixou quando Dino era pequeno, poderia ser um bruxo. Acontece que o pai dele era sim um bruxo e que não contou nada à esposa para protegê-la e acabou sendo morto por Comensais da Morte por não querer se juntar a eles.

Quando é que essas notas vão sair hein? #TaDificilHogwarts
Quando é que essas notas vão sair hein? #TaDificilHeinHogwarts

Em Hogwarts, fazia parte da Casa Griffinória, jogava quadribol pelo time da casa também. Seu melhor amigo era Simas Finnigan. Se uniu à Armada de Dumbledore e chegou até a namorar Gina Weasley, o que causou muito ciúme no personagem principal, Harry. Sua primeira aparição foi no primeiro filme da franquia, “Harry Potter e a Pedra Filosofal”.

Furano ozóio do Harry kkkk
Furano ozóio do Harry kkkk

V – WES GIBBINS

Quando era criança, era o único menino negro no seu bairro (e não, não é “Todo Mundo Odeia o Chris”). Seu pai nunca foi presente e sua mãe cometeu suicídio, não se sabe muito sobre o passado do personagem.

Bitch, Please! É óbvio que o preferido da Annalise sou eu!
Bitch, Please! É óbvio que o preferido da Annalise sou eu!

É um líder natural, porém ainda não se deu conta disso. Chegou na Middleton Law School por baixo, conhecido pela sua inocência – ou para outros, burrice – mas sob a orientação de Annalise Keating aprendeu rapidamente sobre as obscuras verdades do sistema criminal americano. O que se sabe é que quanto mais tempo ele passa com sua orientadora, menos inocente ele fica.

Pô Michaela, nem os testes? Passaê vai!
Pô Michaela, nem os testes? Passaê vai!

Sobre o personagem, Alfie Enoch diz:

“Eu diria que ele é inteligente. Ele definitivamente não é tão competitivo quanto o resto do grupo no sentido acadêmico, mas não acho que isso significa que ele seja o menos inteligente. Ele está menos preparado e menos condicionado, por conta de suas experiências acadêmicas anteriores.”

VI – DO PEDIDO

Ante o exposto, requer-se a publicação por inteiro do dossiê, com o intuito de mostrar aos fãs de HTGAWM, de Harry Potter e dos futuros trabalhos (que com certeza não faltarão), o incrível e experiente ator que, além de estar presenteando os amantes de séries e filmes com sua atuação, vem ajudando a divulgar o selo brasileiro de produção de bons atores! Sangue brasileiro faz a diferença, não acham?

Advogando de boas aqui, porque só a carreira de ator não tá dando... #PorEnquanto
Advogando de boas aqui, porque só a carreira de ator não tá dando… #PorEnquanto

“Ator não é só questão de viver o personagem, o fim é de fazer o espectador viver o mundo do teatro ou da televisão para que ele entre num processo criativo também.” ENOCH, Alfred.

É pessoal, o que acharam do investigado? Pra odiar ou pra amar o seu personagem hein? As investigações param por aqui e o próximo investigado? Segredo de Justiça. Na hora certa vocês saberão quem é. Até a próxima!

About the author

Paulistano, 20 anos, apaixonado por televisão, em especial por séries. Apenas mais um estudante de Direito louco pra ter aulas com Annalise!