Antes mesmo que o Season Finale fosse completamente exibido na televisão, Karla Souza já estava dando uma longa entrevista ao TV Line falando basicamente sobre tudo – o que esperar da sua personagem daqui para frente e o que tudo aquilo significou não só para Laurel, como também para todos a sua volta.

*Obs: O texto abaixo está carregado de spoilers, portanto se ainda não assistiu aos dois últimos episódios da terceira temporadamelhor esperar um pouco.

TV Line | Qual foi a sua reação quando descobriu quem realmente estava por traz da morte de Wes? Alguma vez alguém suspeitou do seu pai?

Karla Souza: Definitivamente, eu nunca pensei que meu pai pudesse estar envolvido no assassinato do amor da minha vida. E no episóido onde eu decido ficar o bem longe dele, nós agora descobrimos que eu estava, na verdade, assinando um pedaço de papel que dizia que eu nunca fui sequestrada, mesmo que eu realmente tenha sido. A verdade é que ele continua arruinando a minha vida e isso é algo que definitivamente vai crescer na quarta temporada. Foi um choque para mim descobrir que meu pai tinha envolvimeno naquilo, mesmo sem nem saber como eu lidarei com aquilo. Tomou todos nós desprevinidos.

TV Line | Alguma parte de você, por algum momento, suspeitou que Laurel poderia ter matado Wes, sabendo que ela estava na casa naquele momento.

Karla Souza: Oh, Deus. [Risos]. Não, eu não suspeitei que Laurel tivesse matado Wes. Se esse tivesse sido o caso, Laurel seria psicótica pois ela realmente ama ele. Eu sabia que era isso que estava interpretando.

TV Line | A última vez que vimos Laurel encontrando seu pai, ela estava procurando informações sobre Frank. Na sua opinião, quais os motivos ele teria de retornar para vida dela e matar justamente Wes?

Karla Souza: Nós ainda nem sabemos se o pai dela teve a intenção de matar Wes especificamente. Quem é que sabe quem ele pensou que estaria naquela casa? Ele explodiu a casa da Annalise, nós não sabemos se Wes era para estar lá para começo da história. Se é que Dominic tinha intenções de matar Wes, ele era para ser um amigo próximo da família, então esse será um momento de fortes emoções para ela. E Pete [Nowalk, o showrunner] está trazendo tudo de volta [das primeiras temporadas]. Na primeira temporada, eu tive uma cena com a minha família na mesa de jantar onde eu contava para eles sobre Annalise e o quão obscura minha vida estava ficando. Eu não ficarei surpresa em descobrir que meu pai contratou alguém para investigar o que estava acontecendo com todos aqueles assassinatos, e então decidiu salvar minha vida da sua própria maneira.

TV Line | Você conversou com Pete [Nowalk, o showrunner] sobre a trajetória emocional de Laurel na quarta temporada? Até mesmo no final da Finale, ela não tinha entendido que Wes realmente morreu. 

Karla Souza: Nós conversamos muito, especialmente em relação a gravidez. Ela ainda está de luto enquanto gesta uma criança e tem uma grande decisão a fazer. E agora, ainda existe o fato de ter cometido perjúirio  – ou pelo menos, é o que as pessoas fizeram com que parecesse. O mundo dela está despedaçando, mas eu penso que existirá muita luz para Laurel. Ela vai conseguir superar a morte do Wes e ainda descobrir o que acontece. Nós realmente vamos mergulhar na família de Laurel na quarta temporada.

TV Line | Falando em gravidez, nós vimos Laurel discutindo opções com sua médica nesse episódio. Ao seu ver, como que ela vai conseguir seguir em frente com a decisão de ter o bebê ou realizar um aborto? 

Karla Souza: Pessoalmente – e aqui é Karla falando – eu quero que Laurel fique com o bebê. É tudo o que sobrou de Wes, o grande amor da sua vida. Será muito interessante saber como é ter um bebê durante a faculdade de direito. Ela tem os meios financeiros. Sua família lhe dará ajuda nesse aspecto. Há sempre inúmeras opções; ela pode coloca-lo para adoção. Entretanto, eu realmente gostaria que pudéssemos tocar no fato do que significa ser estudante de direito, estar grávida e ter que tomar essa decisão – quais são os feitos, psicológicos, de ser uma gestante perante toda essa situação. Será uma narrativa muito interessante.

TV Line | Antes de Dominic entrar em contato com Laurel no meio da rua, ela parecia decidida em usar quela arma contra Charles Mahoney. Se tivesse a oportunidade, ela teria matado ele?

Karla Souza: Eu não penso que aquilo foi….Quer saber? Eu acho que sim. Ela estava tão decidida. Talvez se eles tivessem entrado numa briga verbal, ela teria feito algo que trouxesse arrependimento posteriormente. Porém, ela apenas queria confronta-lo e conseguir respostas [naquele momento]. Ela pensou, “Tudo está perdido. Tudo o que eu quero é descobrir o que aconteceu com Wes.” Mas aí quando Dominic aparece, ela fica aliviada de uma certa forma, porque numa rua movimentada provavelmente não é a melhor forma de confrontar um homem com uma arma. [Risos]

Comentários

comentários

Catarinense, 18 anos e estudante de Direito. Trabalho e me divirto com o entretenimento desde os 10 anos de idade, cobrindo notícias, premiações, estreias e fazendo entrevistas. Meus fortes estão na indústria da TV e do cinema, seja em parâmetro nacional ou internacional. Ficou curioso? Me pague um café que teremos muito assunto para conversar.
  • Caroline Gomes da Silva

    Quando começa a 4° temporada?

    • Kaio Rios

      Provavelmente volta no final de outubro